O desporto

Conselhos e truques para praticar desporto com toda a liberdade!

Porque é que as crianças atópicas praticam menos desporto?

A dermatite atópica tem um impacto na qualidade de vida da criança. Ela pode ter dificuldade em mostrar a sua pele danificada aos colegas. A criança tem tendência a evitar as atividades físicas coletivas, já que o desporto pode inclusive desencadear uma crise (calor, ação irritante do suor, etc.).

Crianças que sofrem de Dermatite Atópica

Num estudo recente realizado na internet pela Fundação para a Dermatite Atópica, 92% das crianças afirmaram praticar uma atividade desportiva na escola ou num clube, mas apenas 78% das crianças que sofrem de dermatite atópica o fazem. Para estas crianças, a atividade física pode, de facto, dar origem a um desconforto (figura 2); assim sendo, é difícil perseverar. No entanto, a atividade física e a prática de um desporto são essenciais para o desenvolvimento da criança e bastam alguns cuidados simples para evitar constrangimentos ou pequenos desconfortos.

natation et eczéma atopique

Natação e dermatite atópica      Quais os cuidados a ter quando se vai nadar?

 

Por que razão o desporto é essencial ao crescimento?

Os benefícios da prática regular de exercício físico e desportivo são hoje indiscutíveis, nomeadamente durante a infância e a adolescência. Estes benefícios revelam-se a muitos níveis - desenvolvimento físico, bem-estar psicológico, conhecimento de si ou relação com o outro.

Desporto para desenvolver o corpo

As crianças têm uma necessidade irreprimível de gastar a sua energia, associando prazer e bem-estar. O que é ótimo, já que a atividade física é indispensável para o desenvolvimento dos músculos e do esqueleto, e também para manter um bom equilíbrio estaturo-ponderal.

Para além disso, a hormona que estimula o crescimento dos tecidos é segregada durante o sono. Ora, sabemos que o sono das crianças atópicas é muitas vezes perturbado por dores ou comichões.

Sofrer de uma dermatite atópica severa durante a primeira infância pode, por isso, conduzir a um atraso estaturo-ponderal e a fisionomias mais frágeis.

Ao regular o sono e estimular o desenvolvimento muscular e ósseo, a atividade física pode atenuar estes fenómenos.

Por fim, para os adolescentes que têm tendência a passar muitas horas diante dos seus computadores, consolas e outros ecrãs, o desporto é um bom modo de lutar contra a sedentariedade e de inculcar hábitos de uma boa higiene de vida.

Praticar desporto para se sentir bem na sua pele

Para uma criança atópica, a prática de uma atividade física e desportiva é uma boa maneira de canalizar a sua atenção para o exterior e fazer com que, assim, a criança pense menos nos seus problemas de pele.

Desta forma, ela poderá evacuar mais facilmente o stress no dia a dia e concentrar-se melhor na escola. O desporto, seja ele praticado em competição ou só por prazer, fomenta o espírito de equipa. Permite desenvolver um sentimento de pertença a um grupo e, portanto, ajuda a criança a formar a sua própria identidade.

A criança confronta-se com os seus colegas nos desportos coletivos e com as suas próprias capacidades nas atividades individuais. As endorfinas, hormonas produzidas pelo cérebro durante e depois do esforço, são também excelentes aliadas no combate ao stress.

Alguns cuidados a ter: A transpiração pode, de facto, provocar comichões ou até crises mas que podem ser evitadas graças a medidas simples. Tomar um duche sempre depois do esforço permite evacuar as substâncias irritantes presentes no suor. Na prática, deve-se contar até 30 debaixo da água do duche, que deve ser morna ou fresca, para garantir a sua eficácia. É aconselhável utilizar um gel de banho sem sabão e sem perfume. Depois, basta aplicar um creme emoliente sobre todo o corpo, vestir roupa limpa e seca, e já está!
   

enfants, eczema atopique et sports

O medo de se mostrar

O aspeto avermelhado da pele pode incomodar a criança que receia ser estigmatizada e mostrar-se às outras crianças. No entanto, isso não deve ser um entrave à prática de um desporto.

Os pais devem explicar ao professor ou ao monitor de desporto o que é o eczema, que não é contagioso e quais são os cuidados mínimos a ter.

Deve-se explicar também à criança que cada pessoa é diferente, e ajudá-la a aceitar as suas próprias diferenças. No caso do eczema, a pele fica vermelha e isso é visível mas trata-se de uma diferença tão simples como algumas pessoas serem morenas e outras louras...

 

 

Como evitar os pequenos desconfortos ligados ao exercício físico?

A transpiração, o calor e roupa ou produtos de higiene desadequados podem agravar as peles atópicas se não formos prudentes. Alguns cuidados permitem evitar irritações, comichões ou crises de eczema, e assim desfrutar plenamente do exercício.

Minimizar o efeito irritante do suor

O suor é produzido pelas glândulas sudoríparas que contribuem para a termorregulação natural. Estas glândulas são mais abundantes ao nível da testa, da palma das mãos, da planta dos pés ou ainda das axilas.

Constituído essencialmente por água e sais minerais, o suor possui um pH ácido (entre 4 e 6), e o seu teor em cloreto de sódio é responsável pelo ardor que provoca na pele. Para evitar esta sensação desagradável, é necessário facilitar a evaporação e, para isso, preferir roupas amplas de algodão, ou vestuário de desporto apropriado com zonas de aeração que permitam a evacuação do calor.

athletisme et eczema atopique

 

chaleur, eczéma et sports

Evacuar o calor

O calor provoca uma dilatação dos vasos (vermelhidão), aumenta a produção de suor e, por isso, também o prurido.

Como evitá-lo?

Antes de mais, evitando praticar desporto ao sol e não esquecendo de beber água regularmente (ter sempre consigo uma pequena garrafa de água).

Assim que o calor se fizer sentir, utilizar um spray de água termal. Ao evaporar-se, a água fará baixar a temperatura cutânea.

Um treino progressivo permite ao organismo adaptar-se e é a melhor forma para prevenir um excesso de calor. Durante os períodos de crise de eczema, o melhor é evitar as atividades físicas que exigem esforços intensos.

Utilizar roupa adequada

vetelents eczema atopiqueExistem vários tipos de vestuário adequados à prática desportiva: roupa de algodão, preferir um tamanho superior ao habitual para reduzir o contacto com a pele, de preferência com costuras exteriores, ou roupa de desporto em poliéster leve.

Qualquer que seja o tipo de roupa, é imperativo lavá-la depois de a ter comprado e antes de a utilizar pela primeira vez. Não esquecer de cortar todas as etiquetas (no pescoço ou nos lados) para evitar qualquer tipo de irritação.

As peças de roupa devem ser lavadas após cada utilização (não deixá-las esquecidas no saco!).

Quanto à lavagem, os detergentes líquidos são preferíveis àqueles em pó, que se dissolvem mais dificilmente, e devem ser bem enxaguados, se possível duas vezes. Deve-se evitar também colocar a roupa a secar no exterior durante a época dos pólenes.

 

Aplicar desodorizante depois do esforço, e não antes

Os antitranspirantes que contêm sais de alumínio devem ser banidos. O melhor é optar por desodorizantes sem álcool e sem perfume.

Mesmo tomando estas precauções, o suor e o desodorizante podem provocar irritações.

A transpiração é ligeiramente desfasada em relação ao esforço, por isso é preferível aplicar o desodorizante após a prática de exercício físico (e não antes), depois de tomar banho e de secar bem a pele com uma toalha macia em poliamida.

Os cremes são uma chatice… São coisa de rapariga…

É preciso deixar de lado ideias preconcebidas, e pensar acima de tudo na  saúde e no bem-estar. O creme hidratante é indispensável. Pode ser deixado no frigorífico, se a atividade física for praticada perto de casa, ou  levado no saco de desporto.

Os dermocorticóides devem ser aplicados de preferência à noite, ou de manhã depois do duche. Deve-se espalhar o creme numa camada espessa, de forma a cobrir a totalidade da lesão, e massajar para que ele seja absorvido rapidamente

Pode ser também utilizado um creme barreira de modo a formar uma proteção contra o suor, a água da piscina ou do mar. Este creme contém geralmente silicone que isola a pele das agressões exteriores.

Conselhos e truques para fazer exercício sempre com prazer

Antes

  • Aplicar um creme hidratante ou emoliente na pele antes de praticar desporto permite formar uma película hidrolipídica protetora.
  • Evitar esforços demasiado intensos durante episódios agudos de dermatite atópica para não acentuar o desenvolvimento das vermelhidões.
  • Escolher, de preferência, desportos que permitam uma boa evacuação da transpiração (evitar os fatos de esgrima, por exemplo).

Durante

  • Usar vestuário adequado: de algodão, preferir um tamanho superior ao habitual, ou vestuário específico.
  • Não fazer exercício se estiver exposto ao sol.
  • Utilizar um spray de água termal e não esquecer de beber água (pequenos goles) durante o esforço.
  • Limpar o suor com punhos de esponja ou com uma toalha macia, e não com a t-shirt.

Depois

  • Hidratar-se bem, bebendo água mineral sem moderação.
  • Esperar um pouco antes de tomar duche, já que a transpiração é desfasada em relação ao esforço.
  • Lavar-se com água fresca morna abundante (ficar debaixo de água contando até 30) e utilizar um gel de banho sem sabão e sem perfume.
  • Secar bem a pele com uma toalha macia de algodão ou de microfibra.
  • Aplicar um emoliente, de tipo creme ou leite (mesmo no inverno).
  • Aplicar o dermocorticóide à noite nas zonas vermelhas.

O ponto de vista da dermatologistaO ponto de vista da dermatologista

Dr. Magali BOURREL, dermatologista em Chambéry

O desporto é uma brincadeira, e brincar é indispensável para o desenvolvimento da criança. Durante uma atividade física, o corpo encontra-se numa situação específica que obriga a criança a descobrir o outro e a estar atento às suas próprias sensações.

Para uma maior autonomia
A prática de um desporto é realizada quase sempre fora do âmbito da família. A criança entra, assim, num sistema de reconhecimento e de valores que não é forçosamente o da célula familiar.
É uma oportunidade ótima para se abrir aos outros e adquirir cada vez mais autonomia.

Respeito das regras e socialização
Para além disso, o desporto impõe um conjunto de regras e valores que devem ser respeitados. De acordo com cada personalidade, algumas crianças sentir-se-ão mais à vontade praticando desportos coletivos, já que o grupo tem um caráter protetor, e outras preferirão desportos individuais.

Esta escolha é já um primeiro passo para um processo mais aprofundado de autoconhecimento.

De qualquer das formas, o desporto favorece a integração no seio do grupo e a socialização.